SEM TOQUE, o acesso nunca foi tão fácil

Hikvision, o fornecedor mundial de soluções de segurança global, está a lançar novas soluções na sua linha de produtos dentro da família Access Control.

O fabricante apresenta os novos terminais da série MinMoe com funções de reconhecimento facial, detecção de tempo e presença e de temperatura. Estes dispositivos funcionam com tecnologia IA, e com um algoritmo de aprendizagem profunda que aumenta a precisão do reconhecimento facial em 38% em comparação com outras soluções com algoritmos tradicionais. Com uma taxa de verificação inferior a 0,2 segundos e maior precisão, estes dispositivos “garantem um acesso sem contato, rápido e extremamente prático para os utilizadores”, diz a empresa. Além disso, são capazes de detectar imagens não animadas, evitando assim as tentativas de phishing.

Tornando seu negocio mais seguro

Os novos terminais, que suportam vários métodos de validação (cartão, face e temperatura), têm um intervalo de detecção de temperatura de 30°C a 45°C e uma distância de autenticação de 0,3 a 2 metros. Também tendo como característica a função de detecção de máscara, para que seja possível programar um alarme quando o sistema detecta que a pessoa que entra não usa uma máscara.

A última geração de terminais possui reconhecimento facial e funções de controle de presença, incorporando agora a detecção de temperatura. Esta é, segundo a empresa, “uma nova era no controle de acessos, com dispositivos inteligentes com funcionalidades de primeira qualidade e um design robusto e elegante que se adapta a qualquer cenário”.

Neste sentido, a linha inclui diferentes modelos para uma maior adaptação às necessidades de cada cliente: um terminal com montagem na parede, uma solução plug & play com suporte tipo pedestal integrado e, finalmente, um módulo desenhado para ser montado.

A Hikvision também lança uma solução de controle de acessos com um portal de detecção de metais e de temperatura. Este sistema modular consiste numa porta com um detector de metais com 18 zonas de detecção independentes, incorporando um dispositivo térmico para detecção de temperatura e um visor LCD que mostra a informação em tempo real. É um sistema de duplo controle e medição sem contato. A gama de temperaturas situa-se entre 30°C e 45°C, com uma precisão de medição de ±0,5°C.

Onde você encontra as últimas tecnologias

A Connect Tech como integradora de soluções Tecnológicas, fornece, instala e presta toda assistência Técnica para esta linha de novos produtos, em especifico este produto garante uma triagem e detecção de possíveis indivíduos que apresentem temperaturas elevadas (febre), garantindo assim um controle de acesso eficiente e dando segurança as pessoas que utilizam de um espaço comum.

Somos uma empresa caminhando junto a inovação, focada em fornecer valor através de tecnologia de ponta, capaz de se adaptar às necessidades e aos novos desafios que surgem todos os dias em ambientes tão mutáveis como os que vivemos hoje. Esse é o nosso principal objetivo e, naturalmente, o nosso compromisso para com a sociedade.”

FONTE(S): HIKVISION.COM

Como melhorar as transmissões no trabalho à distância pela internet

O avanço das tecnologias de comunicação proporcionou uma verdadeira revolução no mercado de trabalho, criando novas rotinas e proporcionando novas formas de trabalhar. E o trabalho à distância pela internet é uma delas. Hoje, profissionais autônomos e até mesmo aqueles com carteira assinada podem usufruir de mais liberdade para realizarem suas tarefas, contando com um extenso leque de opções de dispositivos, softwares e aplicativos que permitem, por exemplo, a realização de áudio e videoconferências.

Neste post, veja as vantagens dessas tecnologias e saiba como melhorar a qualidade das transmissões no trabalho à distância pela internet. Acompanhe!

Antes de conhecermos as melhores soluções para quem trabalha a distância, vamos entender algumas das vantagens que essa prática pode trazer. São elas:

Economia de tempo

Um dos principais benefícios para os profissionais que têm a liberdade de atuar à distância é a possibilidade de diminuir consideravelmente o tempo gasto com deslocamentos, congestionamentos e outros entraves comuns ao dia a dia. E, consequentemente, isso também traz benefícios para a cidade ao gerar um alívio no trânsito.

Flexibilidade e mobilidade

Quem trabalha com conferências de áudio ou vídeo conta com mais autonomia e facilidade de comunicação, já que basta, principalmente, estar conectado à internet. Nesse sentido, a mobilidade e a flexibilidade valem também para o outro lado da linha, uma vez que fica mais fácil manejar e alterar os compromissos com seus clientes, alunos ou colegas, por exemplo.

Redução de custos

Sem a necessidade de viajar ou se deslocar diariamente, o profissional que trabalha pela internet consegue reduzir drasticamente seus gastos. Isso sem falar de despesas como aluguel e outras contas comuns a quem precisa de um ponto fixo.

Para aproveitar todas as vantagens do trabalho remoto, o profissional tem que contar com uma estrutura que garanta a qualidade da transmissão, seja para as aulas de um professor, para o atendimento de um coach ou para reuniões com clientes e parceiros de um empresário.

Hoje, no mercado, existem diferentes opções de aplicativos e softwares – pagos e gratuitos – que oferecem a possibilidade de realizar chamadas de áudio e vídeo. No entanto, a maioria dessas soluções acaba não garantindo a qualidade de transmissão que um trabalho profissional exige.

Além disso, muitas dessas ferramentas utilizam o microfone e a câmera disponíveis nos dispositivos que estão sendo utilizados – laptop, tablet, smartphone ou desktop –, geralmente de baixa qualidade, o que restringe a captação de áudio e vídeo.

Por tudo isso, existe no mercado uma série de equipamentos específicos para audioconferência e videoconferência que oferecem mais qualidade às transmissões e melhoram a experiência de quem está do outro lado da conversa.

Mas, então, o que levar em consideração na hora de escolher a melhor solução para melhorar a transmissão no trabalho à distância pela internet? Alguns pontos essenciais são:

Para audioconferência

Para os profissionais que necessitam atuar por meio de conferências de áudio, a capacidade de captação do aparelho é fundamental. Para quem faz reuniões, como em espaços de coworking, por exemplo, o ideal é optar por dispositivos com microfones 360º, capazes de captar a voz de todos os participantes sem perda de qualidade, mesmo

Como comentamos, a mobilidade é uma das grandes vantagens do trabalho pela internet. Por isso, opte por aparelhos que sejam portáteis e, de preferência, sem fio. Outro ponto a ser observado é a facilidade de configuração e manuseio. Sendo assim, existem no mercado diversas opções de dispositivos USB com Plug and Play, que traz mais agilidade e diminui o risco de incompatibilidades.

Para videoconferência

No caso de profissionais que atuam por meio de conferências de vídeo, a preocupação é dupla: além do áudio, é preciso garantir também a qualidade de transmissão das imagens.

Nesse sentido, é fundamental que o dispositivo forneça imagens em alta resolução (1080p). E para quem faz reuniões ou trabalho em grupos, é importante dar preferência a soluções que contem com câmeras de ângulo ajustável.

Assim como nos aparelhos de audioconferência, a portabilidade deve ser outro ponto a ser observado. Opte por dispositivos compactos, que dispensem o uso de baterias e carregadores e que sejam fáceis de transportar.

Por fim, aqui também é recomendada a escolha por soluções USB e que possuam tecnologia Plug and Play.

Para ligação telefônica

Também há profissionais que necessitam fazer muitas ligações telefônicas, como é o caso de atendentes de call center. Há tecnologias disponíveis no mercado que possibilitam realizar esse trabalho remotamente. Isso é possível quando a empresa utiliza sistemas de telefonia em nuvem.

Connect Fone permite gerenciar ramais, distribuir chamadas automaticamente, configurar mensagens automáticas e demais funcionalidades comuns de sistemas de call center. A diferença é que funciona na nuvem, é fácil de configurar e pode ser utilizado de qualquer lugar. Com investimento inicial baixo, é a solução ideal para negócios que desejam ou precisam de flexibilidade e agilidade para atender os clientes longe do escritório.

Os profissionais que realizam ligações com frequência também precisam de bons equipamentos para garantir a qualidade das chamadas e aumentar a produtividade. Neste caso, headsets são a melhor escolha. Eles integram fones de ouvido e microfones, com captação de áudio de alta qualidade – alguns modelos têm cancelador de ruído para reduzir sons indesejados. Além disso, por deixar as mãos livres, proporcionam mais comodidade e a praticidade.

Para ficar por dentro das novidades e tendências do setor de comunicação, acompanhe o nosso blog.

FONTE(S): INTELBRAS.COM.BR

Dicas para criar senhas seguras para seus dispositivos

Garantir a segurança dos roteadores é fundamental para se proteger de ataques, invasões e roubos de dados. Um dos passos mais importantes para isso é criar senhas seguras, que dificultem o acesso de pessoas mal intencionadas à rede e aos dispositivos a ela conectados. Neste post, saiba quais são os riscos de manter os aparelhos vulneráveis e confira o que fazer e o que não fazer na hora de criar suas senhas. Acompanhe!

A quais riscos os dispositivos estão expostos?

Antes de vermos como criar senhas seguras, vamos entender melhor quais são os riscos a que roteadores e outros dispositivos conectados à rede estão expostos diariamente. É cada vez mais comum ver casos de roteadores que apresentam falhas críticas de segurança e deixam usuários vulneráveis a ataques de criminosos virtuais. Brechas na segurança permitem que hackers controlem a rede de forma remota, tendo acesso a dados e arquivos dos usuários e podendo instalar softwares maliciosos para infectar dispositivos e roubar informações pessoais. Assim, o dano que o acesso ao roteador por pessoas mal intencionadas pode causar é grande.

Quando um hacker consegue entrar na rede se aproveitando de vulnerabilidades, como senhas fracas ou falhas no firmware dos dispositivos, ele pode acessar praticamente todos os aparelhos conectados àquele roteador, sejam eles computadores, tablets, smartphones e até mesmo um HD externo ou pendrive que esteja ligado a ele via USB.

Como criar senhas seguras para seus dispositivos

O primeiro passo para dificultar ataques e evitar invasões é criar senhas seguras e fortes para os dispositivos conectados à rede, em especial os roteadores. Como comentamos, senhas fracas são uma das portas de entrada para hackers e outros criminosos virtuais. Primeiro, vamos ver o que não deve ser feito ao criar senhas:

– Quando trocar de senha, certifique-se de que não sejam parecidas com as anteriores;

– Evite utilizar informações pessoais, como datas de aniversário, nomes e placa do carro;

– Não crie senhas baseadas em gostos pessoais, como banda favorita ou clube de futebol do coração;

– Não use senhas sequenciais, como 123456 ou abcdef.

Confira agora 3 dicas para criar senhas seguras para os seus dispositivos de rede:

1. Combine letras, números e caracteres especiais

Esta é a dica mais importante na hora de criar senhas seguras. Não à toa, a maioria dos serviços já coloca a combinação de letras, números e caracteres especiais como exigência para a criação de novas palavras-chave.

Um macete para criar senhas mais fáceis de lembrar é tentar substituir algumas letras de uma determinada palavra por números e/ou caracteres especiais semelhantes, que mantenham o sentido do termo.

Por exemplo: é comum associarmos certos símbolos e algoritmos a letras. O @ é frequentemente usado no lugar da letra A minúscula, enquanto que número 4 pode substituir a letra A maiúscula. Assim, em vez de utilizar como senha a palavra “connecttech”, você pode escrever “c0nn3ct@t3ch”, por exemplo.

2. Misture letras maiúsculas e minúsculas

Muitos mecanismos de autenticação são capazes de diferenciar letras maiúsculas e minúsculas. Essa função, chamada de case sensitive, é mais uma aliada do usuário na hora de criar senhas seguras e mais fortes. Isso porque a possibilidade de misturá-las permite a elaboração de combinações praticamente infinitas.

Muitas pessoas, porém, acabam utilizando somente uma letra maiúscula na senha e, geralmente, trata-se da primeira letra. Por isso, outro macete é tentar quebrar esse padrão e inserir letras maiúsculas ao longo da sua senha – sempre em combinação com a primeira dica. Assim, utilizando o mesmo exemplo anterior, a senha “c0nn3ct@t3ch” poderia ficar ainda mais forte se fossem inseridas letras maiúsculas. Exemplo: “C0nn3ct@T3ch”.

3. Crie senhas grandes

A maioria dos mecanismos de autenticação exige um número mínimo de caracteres para as senhas dos usuários. Nesse sentido, sempre que possível, crie senhas que ultrapassem essa quantidade e lembre-se de que, a cada caractere que você adiciona à palavra-chave, mais segura ela se torna.

De uma maneira geral, recomenda-se senhas com, no mínimo, oito caracteres. Voltando ao nosso exemplo, a senha “c0nn3ctT3ch” já possui onze caracteres. Podemos deixá-la mais segura ao torná-la ainda mais longa. Exemplo: “c0nn3ctT3ch_s0luc03s_t3cn0l0g14”

Quer saber mais sobre segurança na internet para seu negócio? Entre em contato com um de nossos consultores!

FONTE(S): INTELBRAS.COM.BR

Como Segurança Eletrônica Tem Ajudado a Combater o Coronavírus em Tawian

Estamos vendo cada dia mais o crescimento da Pandemia Coronavírus e o tanto que está impactando no nosso mercado e no mundo. Como nós do mercado de segurança vamos ficar? Qual a nossa importância em meio a tudo o que está acontecendo agora? Vamos ficar para trás?

Nós sabemos o tanto que essas perguntas têm martelado sua cabeça durante os últimos dias. Calma, fique calmo! Não devemos fechar nossos olhos para a situação atual, mas esse é o momento de buscarmos soluções para ajudar a nossa sociedade. E foi isso que Taiwan fez. Como? É isso que veremos nesse post!

Taiwan e sua luta eficaz contra epidemias

Taiwan é um país localizado em uma ilha ao lado da China, por ser um país vizinho da China que é o centro da pandemia, contrariou as expectativas e está lidando efetivamente com a Pandemia. Mas como?

Não é a primeira vez que Taiwan passa por uma epidemia, em 2003 o país sofreu com a Síndrome Respiratória Aguda semelhante ao coronavírus que levou o nome de Sars e com isso aprenderam algumas lições importantes que hoje ajudam a lidar com o Coronavírus, entre elas a criação de um Centro de Controle de Epidemias.

Apesar de todas as medidas tomadas, o que mais chamou a atenção foi a implementação de um sistema de segurança que está sendo eficaz ao combate do Coronavírus.

Implementação do Sistema de Segurança

A implementação começou em fevereiro visando evitar que uma nova epidemia se espalhasse pelo país através de um novo sistema que rastreará indivíduos usando GPS em seus dispositivos móveis, permitindo relatórios diários da saúde das pessoas que estão em quarentena.

Com isso, o governo promete minimizar a chance de as pessoas fugirem da quarentena e aumentar o risco de transmissão do Coronavírus. Todos que chegam a Taiwan precisa preencher um formulário eletrônico que registrará suas informações pessoais e o histórico de viagem desde fevereiro até a chegada no País, isso determinara o tempo de quarentena de cada pessoa.

O tempo sendo definido, as pessoas serão rastreadas usando o GPS do seus dispositivos móveis, assim que tentarem “fugir” da quarentena, receberá uma mensagem de texto avisando e convidando a voltar a sua quarentena.

O grande impacto na medicina


Todas essas medidas eletrônicas visa especialmente tirar o peso dos médicos, assim aliviando a pressão de cada um, permitindo que se dedique especialmente ao tratamento dos infectados sem se preocupar com pessoas tentando fugir da quarentena.

Como estamos vendo em nosso próprio país, os médicos são de suma importância, portanto uma medida que visa que eles se mantenham focados com certeza fará uma grande diferença ao combate do Coronavírus.

Podemos observar que cada país está tomando seus devidos cuidados contra a Pandemia, inclusive o Brasil. Analisando, podemos perceber que tais medidas se tornam mais efetivas que outras, como no caso de Taiwan que está sendo elogiado pelos países da comunidade Internacional, incluindo Israel, que anunciou que usará o sistema de segurança como modelo para aplicar em seu próprio país.

FONTE(S): TAIWANNEWS.COM.TW

5 Passos Simples Para Evitar Interferência no CFTV

Um dos grandes “vilões” das instalações CFTV é a bendita da interferência, mesmo ao achar que a instalação está perfeita é perigoso ainda sobrar a interferência para dar um pouco mais de trabalho. O problema agora é saber o que realmente está causando, voltar a instalação conferindo cada possível motivo até achar o ponto certo.
Visando evitar todo esse trabalho que no final das contas custa tempo e sabemos que tempo é dinheiro, vamos listar 5 passos simples para evitar e eliminar a probabilidade de uma possível interferência no futuro.

01 – Distância da Alimentação x Interferência

Como diz o ditado “Não de um passo maior que a perna”, no CFTV não é diferente. Quando temos um projeto em que necessita de uma distância significativa de cabeamento para alimentação é necessário revermos se realmente vai ficar algo viável.
O recomendado ao realizar uma instalação com uma distância de cabeamento significativa é investir um pouco mais na sua infraestrutura como: Investindo em um Cabo Coaxial (ou Cabo de Rede), conectores e fontes de melhor qualidade, recorrendo aos Racks Organizadores, Baluns ou Power Balun  que permite uma instalação para longas distâncias sem interferência.

02 – Cabeamento Danificados

É preciso tomar um pouco de cuidado ao passar os cabos, pois caso o cabo fique dobrado em alguma parte de sua instalação pode causar interferências. Evite ao máximo qualquer emenda no cabo!
Mas não só na hora de passar os cabos, mas também no armazenamento e manuseio, um simples deslize pode danificar o seu cabeamento trazendo uma grande dor de cabeça.

03 – Equipamentos de Má Qualidade

Como diziam “É melhor garantir do que remediar”. Mesmo com a pressão de entregar um projeto de baixo custo ao cliente, é preciso levar em conta que quanto menor o investimento na infraestrutura maior é a chance de ter alguns problemas futuros.
Você tem que mostrar ao cliente que visando isso, é recomendado mesmo que aumente o custo, investir um pouco mais nos conectores, cabos e fonte. Utilizando produtos homologados e cabos 100% cobre para assim entregar talvez não o projeto mais barato, mas o melhor projeto. Afinal, ele quer se sentir seguro. Certo?

04- Cabeamento Perto de Rede Elétrica

É comum procurar as formas mais fáceis de passar o cabo e acabar aproveitando as passagens da rede elétrica, mas isso pode ser um “tiro no pé”. Essa facilidade pode danificar todo o seu projeto, pois ao passar o cabo de vídeo perto de Redes Elétricas pode causar interferências significativas em seu CFTV.

Portanto é recomendado, mesmo que de um pouco mais de trabalho, fazer uma tubulação exclusiva para os fios de vídeo assim evitando toda a rede elétrica.

05 – Aterramento Adequado

Hoje a maioria dos equipamentos eletrônicos é preciso realizar o aterramento para assim garantir o funcionamento perfeito, tanto que na última década surgiu a tomada de 3 pinos, com o 3º pino sendo para aterramento.
O CFTV não é diferente! Um passo simples e significativo como aterrar o seu DVR para evitar interferências é essencial.

Organização do Projeto

Além desses 5 passos também é interessante realizar uma instalação organizada. A organização pode facilitar muito em manutenções futuras ou para localizar a causa da interferência.
Atualmente a Connect Tech trabalha com vários equipamentos para auxiliar na organização de um sistema de CFTV, como os racks organizadores, caixa de passagem e entre outros afins.
Entregando para o seu cliente uma instalação organizada além dos benefícios já citados, você agrega valor ao seu projeto, trazendo o diferencial em seu trabalho.

FONTE(S): REVISTADIGITALSECURITY.COM.BR

Connect Monitor

O serviço que evita indisponibilidades, interrupções e falhas que possam causar prejuízos significativos na gestão de TI do seu negócio.

Os recursos de TI são cada vez mais consumidos por conta do grande volume de aplicações e dispositivos, que tem crescido de forma exponencial nos últimos anos. Por isso, torna-se necessário montar a estrutura de TI e monitorá-la.

Com isso, o Connect Monitor tem propósito de assegurar que a infraestrutura de TI tenha alta capacidade de processamento com o máximo de controle. Dessa maneira, é possível garantir a disponibilidade de aplicações e sistemas, assim como automatizar atividades para obter um resultado melhor.

Com isso, vários problemas podem ser solucionados, como:

  • falhas nos sistemas que imobilizam recursos;
  • lentidão dos softwares, causada por motivos desconhecidos pelo gestor;
  • dificuldade em mensurar indicadores qualitativamente;
  • identificação antecipada dos problemas da área de TI;
  • alinhamento da TI ao negócio da sua empresa.

O Connect Monitor assegura a análise de tendências em infraestrutura, junto ao nosso Network Operations Center (NOC). Por meio dele, nossos recursos são usados para gerenciar ou controlar uma rede de computadores, servidores ou seus equipamentos de segurança eletrônica.

Com análise proativa do ambiente de TI, nos permite antecipar problemas e evitar paradas repentinas, mas que poderiam ser impedidas. Isso ocorre por meio de verificações regulares da infraestrutura, que contribuem para a identificação de discrepâncias que podem ocasionar prejuízos à empresa e aos nossos clientes.

Se sua empresa ainda não executa o monitoramento de infraestrutura de TI, chegou o momento de mudar isso. É por meio do Connect Monitor que você consegue identificar aspectos que precisam ser melhorados, antecipar-se a problemas e tendências e solucionar os incidentes com agilidade. Esperamos o seu contato!

Soluções para detecção de temperatura na superfície da pele e uso de máscaras de proteção

As soluções termográficas devem ser utilizadas com a finalidade de realizar uma triagem preliminar e rápida em áreas de grande circulação de pessoas

Hikvision, especialista mundial no fornecimento de soluções e produtos de segurança, lança no Brasil uma linha com soluções que realizam a detecção de temperatura na superfície da pele e também identificam o uso de máscaras de proteção. Os equipamentos podem ser utilizados na entrada de fábricas, escolas, hospitais, escritórios, shopping centers, rodoviárias, aeroportos, ruas com grande circulação de pessoas e outros locais.

Dentre os lançamentos, alguns modelos termográficos já contam com tecnologia capaz de realizar a medição de temperatura de até 30 pessoas simultaneamente, com precisão de ± 0,3°C, além de emitir alertas em caso de suspeita de alta temperatura ou devido a não utilização de máscara. De acordo com a Hikvision, as soluções de triagem de temperatura têm como desígnio realizar um crivo preliminar e rápido. O objetivo é fazer uma triagem prévia e rápida em locais de grande circulação, sem que haja a necessidade que a pessoa pare e gere filas

Segundo Mario Ma, Presidente da Hikvision do Brasil, definir estratégias para detectar infecções precocemente e lidar com elas em tempo hábil permitirá que as empresas e seus funcionários enfrentem o retorno aos escritórios e locais de trabalho com mais rapidez, segurança e facilidade. “Soluções para medição de temperatura são necessárias para prevenção e controle da situação crítica atual, centros comerciais e de entretenimento planejam implementar a tecnologia não mais como medida temporária, mas como algo padronizado em suas instalações, desta forma é muito provável que veremos essas soluções em muitos espaços públicos”, comenta.

A Hikvision possui a solução (DS-2TD2636B-13/P) que é capaz de detectar a temperatura na superfície da pele de até 30 pessoas simultaneamente, com precisão de ± 0,3°C, além de emitir alertas em caso de suspeita de alta temperatura e não utilização de máscaras. Com módulo termográfico de alta sensibilidade com resolução de 384 x 288, possui tecnologia de processamento de imagem, alarme totalmente confiável de detecção de alta temperatura, módulo óptico de alta qualidade com resolução de 4 MP e fusão de imagem de visão dupla, visualização imagem por imagem.

Já o modelo Handheld (DS-2TP21B-6AVF), modelo de mão, também conta com detecção de temperatura e tem resolução de 160×120, lente óptica de máx. 8 MP (distância recomendada de medição: 1.5-3.0 m) e lente de 6 mm. Possui uma tela de 3.5” LCD com resolução de 640×480 com função de toque na tela, além de suportar visualização ao vivo no PC e no dispositivo móvel/monitor externo.

Outras soluções Hikvision com recursos similiares:

Além dessas soluções, a Hikvision lançou recentemente a série de Terminais de Reconhecimento Facial MinMoe, dentre os produtos os modelos (DS-K1T671TM-3XF e DS-K5671-3XF/ZU) realizam a detecção de temperatura e também o uso de máscaras. Com avisos sonoros, estes modelos contam com detecção de temperatura na superfície da pele, além de detectar o uso de máscaras, ou seja, identifica a face mesmo com o uso de máscaras podendo liberar ou não o acesso de acordo com parâmetros pré-estabelecidos.

A Connect Tech, em parceria com a Hikvision esta pronta para fornecer e instalar todos os últimos lançamentos relatados nessa matéria. Contate já um de nossos consultores para encontra a melhor solução segura para seu negócio.

FONTE(S): REVISTADIGITALSECURITY.COM.BR

Tecnologia vence desafios da pandemia covid-19

A pandemia de covid-19 obrigou vários estados brasileiros a determinarem ações de quarentena, que por sua vez levou ao deslocamento de profissionais e infraestruturas das empresas para o home office em níveis inéditos. Essa virtualização do trabalho de forma massiva tem sido bem-sucedida por conta da computação na nuvem, em grande parte.

Esse protagonismo da nuvem no trabalho remoto só é possível por conta da evolução tecnológica dos data centers. Capitaneados por companhias de soluções digitais, parceiras das empresas que precisam de um home office eficiente, essas infraestruturas precisam agora ser ainda mais robustas, ágeis e confiáveis.

De acordo com a previsão da consultoria IDC, publicada no fim de março, o mercado de TI terá que lidar com diferentes demandas nos próximos anos, como a exigência de cloud e data centers ainda mais eficientes. Apesar da previsão de perder 3,4% de seu valor global em 2020, resultado de cortes e contenções de custos provocados pela pandemia, o setor vai se recuperar e crescer 4,9% quando se avalia o período entre 2019 e 2024.

Tecnologia a altura dos desafios da covid-19

Atuando no desenvolvimento, integração, implementação e gestão de soluções digitais, a Connect Tech suporta empresas que precisam estar preparadas para esse cenário. Apoiada em seu desenvolvimento de soluções em tecnologia, a companhia conta com serviços de infraestrutura de alta disponibilidade para hospedagem de ativos de TI e serviços de gestão em ambientes comerciais e corporativos:

Sem perder a linha – PABX Virtual

Ramais administrativos de empresas podem continuar ativos graças ao Connect Fone, uma tecnologia de voz sobre IP fornecida pela Connect Tech. Com ela, as ligações podem ser atendidas a partir de notebooks e celulares de qualquer lugar.

Home office turbinado – Acesso Remoto

A Connect Tech com o Connect Service TI pode garantir a virtualização de desktops, proporcionando acesso remoto a computadores, assim como as informações contidas neles. As operações das empresas ganham mobilidade e reduzem custos.

Monitoramento ativo a distancia – Connect Monitor

O Connect Monitor é uma ferramenta de monitoramento para diversos componentes de TI, incluindo redes, servidores, máquinas locais, virtuais, equipamentos de segurança eletrônica e serviços em nuvem. O sistema fornece métricas de monitoramento, entre outras, utilização da rede, carga da CPU e consumo de espaço em disco. O que torna possível um serviço de manutenção ativo, trazendo mais confiabilidade e segurança para seu negocio.

Você pode saber mais sobre esses serviços e muitos outros. Fale com um de nossos consultores, estamos prontos para lhe atender.

FONTE(S): VALOR.GLOBO.COM.BR

Câmeras térmicas o que são e como funcionam

Sistemas de videomonitoramento já são amplamente utilizados para proteger o patrimônio e garantir a segurança de residências, condomínios, empresas e espaços públicos. Os equipamentos contam com tecnologia de ponta, como inteligência artificial, para acompanhar ambientes e alertar sempre que algo suspeito ocorrer. Uma das opções mais modernas são as câmeras térmicas, capazes medir a temperatura corporal ou de objetos. Elas podem ser utilizadas em diversos contextos: monitoramento de equipamentos industriais, detecção de incêndios ou identificação de pessoas possivelmente doentes.

Neste post, vamos entender como funcionam as câmeras térmicas, quais os benefícios e contextos em que podem ser úteis. Acompanhe!

O que são e como funcionam as câmeras térmicas?

Embora não seja visível ao olho humano, todo corpo ou objeto que esteja com a temperatura acima do zero absoluto (-273 °C) emite radiação infravermelha. Quanto maior a temperatura, maior a radiação emitida. As câmeras térmicas são equipamentos que formam imagens a partir dessa radiação e demonstram qual é a temperatura.

Para isso, contam com uma lente híbrida – composta por uma lente térmica e outra comum – que faz a leitura dos raios infravermelhos e produz imagens luminosas, que podem ser vistas a olho nu. Elas oferecem imagens puramente térmicas, imagens comuns ou uma junção das duas. Há opções no mercado com sensor térmico com alta resolução de 400 x 300, que conta com uma precisão de temperatura de ±1 °C. Desta forma, une a riqueza de detalhes de uma câmera de alta resolução com a imagem de temperatura.

Monitoramento de temperatura, reconhecimento facial e controle de acesso

Estas câmeras térmicas têm a capacidade de medir temperatura de corpos em movimento de forma rápida, facilitando a identificação da temperatura de pessoas, veículos ou materiais em esteiras de produção, por exemplo. São uma solução segura e ágil para detectar pessoas com a temperatura corporal elevada e possivelmente doentes.

Atreladas a um sistema, as câmeras térmicas monitoram a temperatura de corpos ou objetos e acionam um aviso ou alarme caso ela ultrapasse um limite preestabelecido, proporcionando controle e segurança. Como também possuem outros recursos de inteligência artificial – como o reconhecimento facial e a cerca virtual, por exemplo – são uma solução completa para monitoramento de segurança e controle de acesso. A seguir, vamos ver como funciona esse sistema e quais os benefícios.

Como fazer o monitoramento de temperatura?

Um sistema de videomonitoramento térmico é composto por:

  • Câmera térmica híbrida: mede a temperatura de corpos e objetos, parados ou em movimento, com uma precisão de até 1 °C;
  • Equipamento de medição de precisão: controla a temperatura de uma superfície alvo e dá um referencial para a câmera ser ainda mais precisa, chegando a uma margem de ±0,3 °C;
  • Gravador inteligente de vídeo: é um equipamento de gravação de vídeo com inteligência artificial embarcada fazendo o reconhecimento facial, identificação de uso de máscaras, busca forense, entre outros;
  • Software de gestão: sistema de monitoramento centralizado que gerencia inteligências, cria relatórios, controla os dispositivos de CFTV, alarme e controle de acesso. Além do módulo dedicado a solução térmica, também conta com leitura automática de placas, reconhecimento facial, busca forense, contagem de pessoas e outros tipos de inteligências.

É esse conjunto de equipamentos que possibilita o monitoramento de temperatura. As câmeras e o medidor de precisão identificam a temperatura dos corpos ou objetos, o gravador recebe e interpreta essas informações, acionando avisos e alarmes de acordo com as configurações do software.

Aplicações do sistema de monitoramento térmico com a câmera térmica

As câmeras térmicas interligadas a sistemas com inteligência artificial automatizam processo de medição de temperatura em diversos contextos: para preservação da saúde em ambientes coletivos, segurança nos equipamentos de alta temperatura e identificação rápida de incêndios.

Medir temperatura corporal

A alta precisão na medição permite verificar se uma pessoa está com a temperatura elevada e possivelmente doente, evitando a disseminação de vírus. Essa checagem pode ser feita de forma automática em até 15 pessoas ao mesmo tempo. Caso o sistema identifique alguém com a temperatura acima de 37,1 °C, por exemplo, pode acionar um alerta, bloquear catracas e identificar a pessoa por meio de um banco de dados. Assim, possibilita o controle de acesso em locais de grande movimentação como empresas, aeroportos, shoppings e estações de metrô.

A Intelbras utiliza esse sistema para evitar a disseminação de COVID-19 entre os funcionários. Caso algum colaborador seja detectado com alta temperatura corporal e apresente outros sintomas da doença, como coriza e dor de garganta, ele é direcionado ao ambulatório para o médico da empresa avaliar e encaminhá-lo para casa ou para uma unidade de saúde. A câmera também é programada para detectar pessoas que não estão utilizando máscara.

Monitorar equipamentos

Na indústria siderúrgica ou de outras áreas que utilizam equipamentos de alta temperatura, as câmeras térmicas são uma solução para fazer o monitoramento térmico, evitando erros e acidentes. O sistema pode ser configurado para acionar um alerta ou alarmes sempre que um objeto chegar a 100 °C, por exemplo. Também é possível automatizar equipamentos e acionar sistemas de emergência sem a necessidade de interferência humana. Isso torna o ambiente muito mais controlado e seguro.

Detectar incêndios

Uma outra aplicação das câmeras térmicas é a detecção de incêndios em fronteiras ou locais de alto risco. Esses lugares muitas vezes são isolados e podem ser monitorados à distância, com alertas de incêndio configurados no software. Desta forma, a ação de controle se torna muito mais rápida e eficaz, acabando com o incêndio antes que se alastre por uma área maior.

Por conta da tecnologia de inteligência artificial agregada, os sistemas de monitoramento térmico também possuem muitas outras funcionalidades para promover a segurança: reconhecimento facial, cerca virtual, busca forense são alguns exemplos. Se você quiser saber mais sobre equipamentos de segurança, continue lendo nosso blog! Para descobrir qual a melhor tecnologia para atender a sua necessidade, entre em contato com nossos especialistas.

É empresa, fábrica ou condomínio e ficou interessado? Entre em contato e nos conte um pouco mais sobre a sua necessidade.

FONTE(S): INTELBRAS.COM.BR

Conheça o monitoramento inteligente

Monitoramento inteligente é um conceito de segurança que chegou para ficar, como o mercado de CFTV é atualizado constantemente novidades não param de surgir. 

Monitoramento inteligente é um sistema de segurança robusto que até bem pouco tempo atrás era usado apenas por governos e empresas de grande porte, e que agora com a modernização de equipamentos e preços mais acessíveis começa a se popularizar em empresas menores. 

Vamos conhecer agora os pontos mais importantes sobre monitoramento inteligente que é uma tendência mundial para o aumento da segurança. 

Como funciona o monitoramento inteligente

O monitoramento inteligente capta informações de imagem, áudio ou movimento muito semelhante a um sistema de segurança convencional. 

A diferença dos sistemas de monitoramento inteligente é como estas informações são tratadas depois de captadas. 

As informações são enviadas para um software com inteligência artificial que vai conseguir interpretar o que significa aquelas informações, vamos usar um exemplo conhecido por todos. 

Os radares de trânsitos conhecidos popularmente como “dedo-duro” são um sistema de monitoramento inteligente, as câmeras especiais para imagens em alta velocidade conseguem capturar uma imagem perfeita da placa do veículo. 

Esta imagem da placa é enviada para um software que em milésimos de segundos consegue fazer a leitura da placa do veículo e cruzar com milhares de informações, descobrindo se o veículo possui débitos ou até mesmo se é produto de furto. 

Tudo isso com uma velocidade incrível, que otimiza muito o trabalho de monitoramento de trânsito.

Além deste exemplo, podemos usar um sistema de monitoramento inteligente em um evento com grande aglomeração de pessoas, através de seu software de inteligência artificial consegue identificar movimentações atípicas na multidão, como brigas e outras confusões. 

Vantagens do monitoramento inteligente em empresas 

O monitoramento inteligente está ganhando cada vez visibilidade em grandes e médias empresas. 

Com as técnicas de análise de dados do monitoramento inteligente as indústrias conseguem otimizar a produção e aumentar a lucratividade. 

O monitoramento consegue diagnosticar através das imagens possíveis falhas no fluxo de produção, como funcionários dispersos na linha de produção ou alguma interrupção ou falha em uma esteira de rolagem. 

Toda ação gera uma reação em um sistema de monitoramento inteligente 

Um sistema de monitoramento inteligente exige um grande planejamento da equipe envolvida, pois a tecnologia vai conseguir identificar padrões e avisar a equipe, mas para que esta análise de dados e avisos de fato se convertam em um sistema de segurança eficiente as reações precisam ser bem alinhadas.

Nos sistemas de monitoramento inteligente dois pontos são fundamentais para o êxito, comunicação e agilidade. 

Quanto mais rápido for enviado a informação para a equipe de apoio e até mesmo as forças policiais mais fantástico será o resultado do sistema inteligente. 

Na indústria todo contratempo na produção precisa ter um planejamento de rápida correção para que realmente os benefícios do monitoramento inteligente sejam alcançados. 

Vimos que o monitoramento inteligente está chegando com muitos benefícios para auxiliar as equipes de segurança, porém, as pessoas ainda continuam sendo protagonistas pela segurança de locais públicos e eventos, e pela otimização e organização em empresas.  

E você já teve algum contato com monitoramento inteligente? Deixe seu comentário e nos prestigie com seu conhecimento.  

FONTE(S): ONIXSECURITY.COM.BR